Igreja Mundial é notificada por envio ilegal de dinheiro ao Brasil

Igreja Mundial é notificada por envio ilegal de dinheiro ao Brasil
Enviado por folhagospel em 28/06/2011


O BNA (Banco Nacional de Angola) notificou a filial angolana da Igreja Mundial do Poder de Deus, de Valdomiro Santiago, por infringir normas cambiais de envio de recursos para o exterior. 


Por essas normas, estrangeiros de passagem no país só podem expatriar por vez U$ 15 mil [R$ 24 mil]. Para contornar o limite, a Mundial estaria patrocinando caravanas de até 20 pessoas que chegam a entrar e sair de Angola cinco vezes por mês. 


A imprensa angolana criticou o SME (Serviço de Migração e Estrangeiros) e as agências de informações do governo por “fechar os olhos” para esse vai-e-vem que tem tirado ilegalmente recursos do país. 


“O nosso pais é um paraíso para os brasileiros”, disse uma fonte do jornal angolano Agora. “A igreja não tem nenhum compromisso social, não ajuda as autoridades nem a população, apenas aumenta a sua pobreza.”


“O pastor Valdemiro Santiago aparece na TV e chora, alegando não ter dinheiro, e os crentes, muitos deles empresários, chegam a doar de 20 a 30 mil dólares”, afirmou a mesma fonte. “O dinheiro é entregue em Kwanzas [moeda angolana] e convertido imediatamente a partir da residência do bispo Juliano Marques [o responsável pela Mundial naquele país]. 


De acordo com as denúncias, o dinheiro dos fiéis estaria também sendo desviado para Portugal, África do Sul, Moçambique e Cabo Verde. 


A Mundial expulsou dois pastores angolanos porque eles estariam revoltados com um rombo de US$ 3 milhões (R$ 4,76 milhões) que os brasileiros deram na contabilidade da igreja. 


Ultimamente, autoridades governamentais têm mostrado preocupadas com a rápida expansão de seitas estrangeiras no país. “Nós precisamos agir rápido, dentro da lei, porque esse fenômeno já assumiu proporções alarmantes”, Pedro Nambongue Chissanga, diretor do departamento de cultura da província de Huambo.


A Mundial se instalou em Angola em 2009, onde já se encontra consolidada a Igreja Universal.


Fonte: Folha Gospel

-------
Acompanhe aqui as informações sobre as próximas ações do Caminho Nações na Angola

O "Caminho da Graça" é apenas um exemplo de como é possível ser igreja


Veja também:

A Doce Revolução do Evangelho acontecerá...

A comunidade dos "do Caminho" é simples...

E os do Caminho...

“Os do Caminho” andam no mundo, no chão da terra, em meio à sociedade humana; e isto sem fazer propaganda religiosa, mas, antes e sobretudo, “sendo” povo de Deus entre os homens vivendo mediante a “fé que atua pelo amor”.

Jesus é de um modo e a igreja de outro completamente diferente Dele.

É VOCÊ UM PAGÃO QUE ADORA O “JESUS/IGREJA”?



Na mente dos cristãos uma das maiores dificuldades é entender por que Jesus é de um modo e a igreja de outro completamente diferente Dele.


Quando tal “diferença” aparece na pratica diante do crente, em geral ele pensa que Jesus era como os evangelhos nos contam, mas que agora Ele se tornou como a “igreja”.


Ou seja: Jesus teria se desconvertido de Sua Graça e Amor e se tornado “cristão”.


Sim! Cristo virou apenas um grande Cristo, um Cristo Grandão; literalmente um “Cristão”.  


Ora, o hibrido “Jesus/Igreja” é o “Deus misto” da maioria dos cristãos. E é bem grandão, pois, crêem de fato Jesus virou um Cristão.


Assim, se não há sublimidade em tal “Sagrado Hibrido”, também não há muita inspiração que demande que a existência transcenda o que os homens chamam de “minha vida”.


Desse modo, tal “Jesus/Igreja” é amado pelos crentes com a fidelidade de quem ama a Jesus mesmo, porém, devotando tal amor a um ente que é, muitas vezes, a total negação do que Jesus diz que vale o nosso amor.

Meu povo perece por falta de entendimento

Certas faltas de compreensão entre os cristãos religiosos (especialmente evangélicos pentecostais ou neo-pentecostais) — são sempre de impressionar pela eterna imaturidade e estado de imbecilização mental.


Na realidade me assusta sempre ver que as pessoas se dizem crentes em Jesus, mas tanto não conhecem os evangelhos (não os lêem mesmo!), como também nada sabem acerca do significado do que Jesus veio fazer.


São pagãos de mente, mas falam em nome de Jesus o tempo todo, como mágica devota e proteção supersticiosa.


Brigam pela Bíblia, mas não a conhecem. E o que dela sabem vem da interpretação frequentemente tresloucada ou corrompida que outros fazem e apresentam.

Este salmo tem de acabar em nós...

Mensagem baseada no Salmo 42, ministrada na Estação do Caminho em Brasília, no dia 12/06.



Vem&Vê TV

Os pequeninos de Jesus na Nigéria



Veja aqui no YouTube

A música Baba Yetu é do compositor americano Christopher Tin (2009), cantada na língua Swahili pelo Coral Gospel de Soweto. E a letra é a oração do Pai Nosso.

Você tem uma Espiritualidade Sadia?


O tema espiritualidade está corrompido devido à religiosidade de nossos tempos.


E o que esta religiosidade tem transmitido para a maioria das pessoas?


As pessoas pensam que ter espiritualidade é ir a um templo/igreja, ler um texto bíblico ou cantar um hino.


Uma espiritualidade sadia é muito mais que isso, tem a ver com um encontro consigo mesmo, uma volta para seu próprio coração, tem a ver com ouvir o outro e sintonizar-se em amor com o ambiente em sua volta.


A oração dos dois discípulos de Emaús é um exemplo de espiritualidade sadia, pois quando chegam na porta de sua casa, eles dizem, simplesmente, "Fica conosco, Senhor".


Quanto tempo faz que a maioria das pessoas que vive na religiosidade esquece desta simples oração: "Fica comigo, Senhor, cuida de mim e da minha família, eu quero que aqui em casa o Seu amor e perdão reinem".


Espiritualidade sadia está muito além daquilo que se entende como religiosidade nos dias de hoje.


É assim que eu penso!


Carlos Bregantim


- - - - - - - - -
Mais reflexões da série Caminho Consciência, clique aqui.

O Caminho da Graça é para todos!

O conteúdo é uma espécie de apresentação aos que chegam às Estações do Caminho da Graça. É fruto da necessidade de dar a conhecer em que se fundamenta nossa experiência de fé pessoal e comunitária na Terra, na expectativa de confrontar mentalidades distorcidas e gerar alegria e força no coração de quem ganhou a convicção interior da Boa Nova em Cristo.


Mínima semente de gigantesca utopia

Ah, como eu gostaria que todos entendessem como é conhecer o amor de Cristo!

Nesse dia todos seriam tão mais diferentes quanto também muito mais essencialmente iguais.

Nesse dia cessariam os ruídos das doutrinas, e o toque chamando para a guerra santa, e que vem dos sopros dos enganados pela presunção da verdade.

Nesse dia não seríamos tão visíveis, na realidade, seríamos quase invisíveis, mas seríamos sentidos em todos os cantos da vida.

Nesse dia os homens, mesmo os mais belicosos, aos nos verem, diriam: Graças a Deus eles chegaram!

Nesse dia os homens dariam graças a Deus por haver filhos Dele na Terra, e, independentemente do credo de qualquer um, eles saberiam que o amor de Jesus foi o que nos tornou aqueles pelos quais eles esguicham gratidão aos céus.

Enquanto isto...

Quanto a Palavra no Caminho…

Leia a Palavra


A ênfase do “Caminho da Graça” não é no “Livro Bíblia”, mas na Palavra de Deus que nela a pessoa pode encontrar se a ler com o coração limpo de doutrinas religiosas, e se buscar entender tudo, antes de qualquer coisa, comparando o que se entendeu com o que se vê Jesus viver, praticar e ensinar enquanto segue...

O mais importante de tudo é que você leia como você lê qualquer outro livro; sem magia na leitura; buscando entender a leitura como você faz quando lê qualquer texto; pois, a inspiração bíblica não está “em códigos secretos”; antes está em palavras simples, que podem ser entendidas por todos, especialmente por todo aquele que buscar ver cada coisa que julgue ter entendido, comparando com o modo como Jesus vivia, pratica e ensinava todas as coisas...

Respire...

A lei da mordaça

A LEI DA MORDAÇA
  

Muita gente vem me escrevendo acerca do tal Lei Contra a Homofobia pedindo de mim uma opinião, a qual, tendo em vista que em geral os “religiosos” são homofóbicos mesmo, não me interessei nem em ver o texto e menos ainda em discuti-lo.

No entanto, atendendo ao pedido de uma pessoa amiga que ocupa o cargo de Senador da Republica, li o texto a fim de dar a minha opinião. Ora, a simples leitura do texto do projeto de lei me evidenciou, de saída, o fato de que o tal projeto não apenas incorre em várias inconstitucionalidades, mas, também, muito além disso, cria precedentes hostis e perversos, sem falar que dá, em tal caso, aos queixosos homossexuais, um poder de arbítrio sobre inúmeras áreas da vida comum, gerando o espaço legal para grande quantidade de exageros e exacerbações.

Em minha opinião o projeto de lei é inconstitucional na forma como está redigido, pois, gera uma soberania de direito ao grupo que demanda tal direito, que, pela própria natureza da formulação legal, anula outros direitos superiores e bem mais antigos em sua legitimidade.

Por exemplo, por tal lei, no caso de ela um dia vigorar, os demais direitos universais (como o de expressão de opinião de qualquer natureza, se for contrária às manifestações homossexuais, ainda que escandalosas), serão subjugados pelos direitos de qualidade “Homocráticas” de tal grupo, posto que, pelo bojo da proposta, declara-se mesmo a impossibilidade de discordar publicamente de práticas ou ideologias de conteúdo homossexual.

Não seja um ocultador de luz!


Acesse outras tantas mensagens em nosso canal no YouTube

A CONSPIRAÇÃO GÁLATA é a contra-partida do CAMINHO DA GRAÇA

"E DEUS CHAMOU UNS... E OUTROS..."


E quem abriu os olhos não finge mais que os têm fechados. O testemunho do Evangelho volta para boca, visto que agora é Boa Nova! Daí tem surgido "botões comunitários", focos de Vida... a Doce Revolução. E onde isso se dá, a gente só identifica, testifica, co-participa e se disponibiliza, em alegria e devoção. Isso é supervisionar. 


A CONSPIRAÇÃO GÁLATA


Esta geração de mentores locais é formada, basicamente, por irmãos de antecedência evangélica e, portanto, mesmo esgotados em suas tentativas de viver o Reino dentro dos casulos religiosos de outrora, ainda podem lidar com as tentações e as vulnerabilidades pessoais aos discursos da religião que se empenha em propor performances meritórias e comportamentalistas em detrimento do crescimento rumo à maturidade em Cristo, conforme o anti-modelo neo-testamentário entre os Gálatas, uma experiência de sincretismo que o Caio diz que é brincadeira de jardim de infância se comparada ao que acontece hoje em dia. 


Esse espírito sempre conspirou contra a Igreja de Jesus, e inclusive motivou a maioria dos escritos paulinos que temos hoje.

Estranháveis afetos...

“Estranháveis afetos...”(Fil. 2.1)

Eu fui e vi. – Foi o que disse o Danilo... e o Hugo Theophilo traduziu minha impressão.

Mas que muitos possam ouvir o Danilo: Venham todos e vejam também! O mundo está acabando e tem um louco gritando ungido no deserto! Venham!

***

Confesso um sentimento desconfortável em alguns aspectos do testemunho publicado... sim... Não sinto raiva, lógico que não e muito pelo contrário, tenho vontade de felicitar a viagem dos rapazes à Brasília e especialmente o efeito cortante da Palavra que foi ouvida na vida de cada um que tem um mínimo de sinceridade de coração diante de Deus. Mas ao mesmo tempo confesso que sinto alguma outra coisa, que não é boa: Sinto dó.

Primeiro, sinto dó pela “descoberta” que aparenta “escancaramento”, mas é, mesmo assim, comedida e toda justificada. Não conheço como um depoimento quase jornalesco pode ao mesmo tempo ser tão “sóbrio”, mediano e politicamente correto ao final. Sim, nesse texto estar com o Caio e vê-lo pregar parece ter sido uma experiência tão sublime tanto quanto permita o bom uso da língua portuguesa, precisando, contudo, AINDA ASSIM, que um super-PARÊNTESES se abra para explicar o assombramento, para dizer que viu Deus ali!!!! – onde mentes mais legalistas não podem conceber!

Meu Deus, não sei se eu choro ou comemoro...